Novembro 5, 2011

(3)

A vida é feita de sonhos, de escolhas, de vontades, de injustiças, de desilusões, de ações, de alegrias, de mágoas, de erros sobre tudo de  ETAPAS
Os sonhos são imagens mentais que construímos a partir de grandes pessoas ou grandes projectos, as escolhas as opções que nós tomamos muitas das vezes sem pensar nos prós e nos contras e muitas das vezes fazemos escolhas a pensar que são o melhor para nós por agora, deixando assim o que pensamos que é mau para nós para trás, mas a longo prazo será que o que inicialmente era pior para nós não era melhor, eis a questão, o que por vezes julgamos melhor para nós é o que um dia mais tarde nos irá fazer sofrer..
Há certos impulsos que não controla-mos, o nosso consciente segue uma linha de pensamento, em que quando aparecer algo que queremos ter ou queremos fazer (vontades) agimos assim instintivamente sem sequer ponderar no que realmente queremos. A coisas que não acho justas, mas também não me posso queixar, pensando bem, nunca ninguém me provou que o mundo era justo eu é que me iludi e não quis aceitar desde inicio que há situações que são injustas e não há nada que possa fazer que esteja ao meu alcance. O nosso agir, não é mais que a simples realidade de cometer atos pensáveis ou impensáveis e dos quais vamos refletir mais tarde e provavelmente descobrir que podíamos ter dado outro rumo á historia, construindo uma vida totalmente diferente.
As etapas da vida têm sempre um inicio e um fim e ao partir de de uma etapa, para a etapa seguinte devemos confirmar se etapa anterior teve mesmo um fim e está resolvida, porque histórias mal resolvidas são muitas vezes os motivos de muitas desilusões.
 
                                                                                                              (escrito ás 22h do dia 5 de novembro de 2011, pela autora do blog)
Anúncios
Outubro 2, 2011

(2)

Um dia  encontras alguém que muda a tua rotina, e balança o teu coração.
E tudo começa a fazer sentido

Setembro 11, 2011

(1)

dream as if you’ll live forever, live as if I died tomorrow